3 templates de Storytelling fora do generalidade para produzir histórias que vendem

Tempo de leitura: 8 min
Avatar of vjweb@hotmail.com

Escrito por vjweb@hotmail.com
em 19/12/2022

Compartilhe agora mesmo:

Hoje você terá entrada a 3 templates de storytelling bastante simplesmas poderosos, para produzir histórias envolventes e eficientes que vão mudar a sua forma de redigir histórias para sempre.

Histórias são infalíveis, seja para vender produtos, ensinar ou produzir uma conexão mais profunda com sua audiência.

E, apesar de serem a melhor instrumento de marketing que conheço, nem sempre é fácil transformar sua experiência de vida em uma história não só interessante, mas eficiente para depreender um dos objetivos que citei supra.

Vamos saber os 3 templates de storytelling que selecionei para você?

Protótipo de Narrativa #1: Método IOR

Conheci esse primeiro padrão de Storytelling através da Masterclass do roteirista Aaron Sorkin, do filme “A Rede Social”, sobre a geração do Facebook.

Ele é formado por 3 etapas:

1. Intenção Clara

O personagem principal precisa ter uma intenção bastante clara para motivar suas ações. E essa intenção pode ser tanto micro, quanto macro, porquê nesse exemplo:

  • Micro Intenção: viajar 3 horas de carruagem de mansão até a mansão de praia em Búzios-RJ.
  • Macro Intenção: primeira viagem sem os pais e sozinho com a namorada.

2. Travanca Formidável

No meio do trajeto, às 20:00, o carruagem fura um pneu.

O carruagem não possui estepe e você está no cadeira em uma rodovia deserta, longe da cidade, sem qualquer iluminação na estrada.

Quanto mais obstáculos você precisar superar para depreender seu resultado, mais consegue prender a atenção de quem lê ou assiste sua história.

3. Resultado Surpreendente

Você corre no escuro por 3 km até o posto mais próximo e pede ajuda.

Eles ligam para um guincho, levam seu carruagem até um borracheiro e você troca o pneu para chegar com segurança antes da meia-noite.

Porquê deu para perceber, não há zero de insólito nessa história. Ela poderia ter ocorrido com você ou comigo, perceptível?

Mas o template de storytelling usado para descrever esses fatos é o que faz a grande diferença, transformando um tanto corriqueiro em uma história interessante.

Vamos ver outro exemplo:

Intenção

Decidi fazer uma loucura. Hoje vou redigir 10 milénio palavras em um único dia.

Obstáculos

Porém, logo quando comecei aconteceu um tanto inesperado…uma obra no vizinho ao lado.

E ainda não tinha um único fone de ouvido para empalmar todo esse estrondo

Para piorar, a internet caiu, me deixando completamente sem referências.

Resultados

Portanto, quando estava prestes a desistir, lembrei da história de Ernest Hemingway, que escrevia pelo menos 33 minutos todos os dias, não importava qual a situação ou lugar ele se encontrava.

Resolvi fazer o mesmo e escrevi porquê se os desafios não estivessem ali.

E foi aí que percebi porquê redigir as primeiras palavras gera crédito para outras, e outras e outras.

Posteriormente 33 minutos, tinha um rascunho de 2.000 palavras pronto na minha frente.

Agora “só” precisava fazer o mesmo processo 4x mais ao longo do dia.

Você acabou de ler uma história que inventei nesse momento usando o template de Storytelling IOR – Itenção – Travanca – Resultado.

Agora vamos ao template de storytelling mais espargido dessa lista: a Jornada do Herói.  Porém, de uma forma muito mais enxuta doque a versão que você provavelmente conhece.

Template de Storytelling #2: Jornada do Herói Simplificada

Ela já provou sua valimento muitas vezes explicando os sucessos de lendas e histórias milenares, porquê a Odisseia de Homero, Bhagavad Gita e Avatar, o filme de maior bilheteria de todos os tempos.

George Lucas usou a fórmula porquê um passo-a-passo para a elaboração do universo de Star Wars, uma marca que até agora faturou mais de 20 bilhões de dólares.

O template de storytelling da Jornada do Herói maiscompleto é formado por 12 etapascomeçando com o incidente que abala a vida cotidiana do herói, fazendo que ele embarque em uma façanha desconhecida, enfrente obstáculos e volte transformado.

Já o template de storytelling simplificado é formado por 3 atos:

1. Ato I

Na primeira segmento desse template de storytelling, você põe seu personagem em uma árvore, ou seja, você cria um gancho para invocar atenção do leitor.

Para que esse efeito seja apanhado, um “incidente excitante” deve suceder para fazer a história encetar.

Em Matrix, o incidente excitante acontece quando Trindade chega ao apartamento de neo e o convida para saber a verdade.

2. Ato II

Você coloca a árvore em chamas, ou seja, constrói a tensão e coloca o protagonista da história em transe, para fazer com que o leitor se importe com o personagem.

3. AtoIII

Você tira seu personagem da árvore, apresentando uma recompensa para o leitor posteriormente momentos de tensão.

Muito mais simples do que o template de storytelling completo, porquê você pode ver aquém:

Um dia inteiro em 12 passos

Se você quiser se aprofundar na estrutura da Jornada do herói, esses são seus 12 passos:

ATO I

01) Mundo generalidade – Consciência limitada de um problema

02) O chamado à façanha – Aumento da consciência

03) Recusa ao chamado – Relutância à mudança

04) Encontro com o mentor – Superação da relutância

OUTROS II

05) Intercepção do limiar – Comprometimento com a mudança

06) Testes, aliados e inimigos – Experimentando a primeira mudança

07) Aproximação da caverna profunda – Preparação para uma grande mudança

08) Provação – Tentativa de uma grande mudança

09) Recompensa – Consequências da tentativa (melhorias e retrocessos)

PARTE III

10) Estrada de volta – Rededicação à mudança

11) Ressurreição – Última tentativa de uma grande mudança

12) Retorno com Elixir – Domínio final do problema

Temos um infográfico publicado no blog mostrando porquê cada uma dessas etapas foi aplicada para a geração da trilogia de Batman começa, que você pode conferir aqui.

E, por término, temos o template de storytelling que usei para produzir um post que alcançou mais de 8 milhões de pessoas.

Protótipo de Storytelling #3: Storytelling Emocional

Esse é o melhor entre os 3 templates de storytelling para descrever histórias pessoais de forma a provocar tá impacto emocional nos seus leitores.

Para isso, basta seguir essa simples estrutura:

1. Mini-história (ação)

2. Ponto de dificuldade (obstáculos)

3. Porquê você se sentiu (sentimentos)

4. O que enfrentou (desafios)

5. O que fez para superar (conquistas)

6. Prelecção da história (resultado)

Para permanecer ainda mais simples, vou exemplificar cada lanço usando porquê padrão o meu próprio post sobre recuperação:

1. Mini-história (ação)

Meu professor de Química disse na frente de todos meus amigos:

“Você vai fracassar no vestibular porque não entende zero de Química”.

Era meu último ano na escola.

Meu último ano antes de prestar vestibular.

2. Ponto de Dificuldade

E eu estava de recuperação em 3 matérias: biologia, física e, simples, química.

Minhas notas na escola vinham caindo ano posteriormente ano.

Eu saí de nerd réplica inteligente orgulho da família e dos professores ao status de “vagabundo”.

Eu estava inconformado, nos meus 17 anos, com a forma de tirocínio na escola. (Mal sabia o que estava por vir na faculdade).

Tínhamos uma média para passar de ano. Não importava a material.

  • O incentivo a ser mediano, mas nunca insólito.
  • O padrão prussiano de instrução de 1812.
  • A vocábulo disciplina das matérias com origem na disciplina necessária para o padrão industrial da quadra.

3. Porquê eu me sentia

Eu me sentia um ponto fora da curva, que devorava livros sobre finanças e investimentos, mas não conseguia tirar 6 em Química.

Queria estudar os assuntos que me traziam mais interesse, mas a escola era muito boa em lembrar que eu não deveria transpor muito da curva, tinha que voltar para média, finalmente, eu não passaria de ano se não tirasse 6 nas matérias.

4. O que enfrentei

A situação na escola que já não era boa ficou ainda pior em mansão.

Quando você escuta dos seus pais que eles “querem ter uma conversa com você”, mesmo você tendo 17 anos, você já sabe o que está por vir… “Por que suas notas estão baixas na escola?”

“Se você não melhorar, você vai permanecer de recuperação e não vai passar no vestibular”.

“Na minha quadra, eu estudei assim, assim, assim”.

Respeitei cada opinião. Mas dentro de mim eu sabia que tinha um tanto falso com esse sistema de ensino.

5. O que fiz para superar

Para não decepcionar meus pais, quando tudo parecia perdido, fui lá, estudei e passei de ano com nota 6 cravada em Química.

Para eles, um conforto.

Para mim, quase uma tortura.

Hoje, não me lembro de quase zero que “estudei” de química, de biologia, de física.

Não porque eu odiasse essas matérias.

Mas sim porque somos obrigados a seguir uma grade de disciplinas no mesmo ritmo que outras pessoas.

Porque somos obrigados a seguir um sistema de avaliação que, sinceramente, está mais preocupado em saber as respostas certas do que incentivar perguntas e despertar a curiosidade e originalidade.

“O aprendido é aquilo que fica posteriormente o esquecido ter feito a sua segmento.” – Rubem Alves.

E eu te pergunto: “você realmente aprendeu uma material ou decorou o supremo que podia pra passar naquela prova”?

6. Prelecção da história

Na verdade, quem deveria estar de RECUPERAÇÃO é a própria escola e seus métodos de avaliações.

Ser um educador, um professor é muito superior.

Eles não merecem ser condenados por um sistema que não muda desde o século XIX.

Não é à toa que o desemprego no Brasil continua crescendo.

O padrão industrial de instrução não funciona mais.

A era da pós-informação está aí batendo na porta, fazendo com que as máquinas consigam substituir cada vez mais empregos generalistas.

Está na hora de recuperarmos nossa núcleo por meio da forma que aprendemos. Não decorando.

Está na hora de recuperarmos a valorização do insólito. Não o mediano.

Está na hora de recuperarmos os profissionais. Não amadores que fazem “mais do mesmo”.

E você?

Qual é a RECUPERAÇÃO que precisa fazer na sua vida?

Eu fiz uma estudo mais detalhada desse post nesse item cá: “Storytelling Online: como uma história simples viralizou nossa postagem”.

Porquê você deve ter percebido, para descrever boas histórias você não precisa de fatos inusitados, personagens fora do generalidade e muito menos cenas de ação eletrizantes.

Tudo acontece no mundo interno do protagonista, que, em todos esses templates de storytelling, será você. Para tornar suas histórias de vida, que podem parecer ordinárias, em um tanto insólito, tudo que você precisa é de uma boa estrutura para seguir.

E, agora, você tem 3 templates de storytelling prontos para usar, esperando exclusivamente que você os preencha com suas melhores narrativas.

FONTE: viverdeblog.com

Compartilhe agora mesmo:

Fique tranquilo, 100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade