Baixar Agora Grátis

Quero Agora

Novo afiliado ganha 8 milénio reais por mês

Tempo de leitura: 13 min
Avatar Of Vjweb@Hotmail.com

Escrito por vjweb@hotmail.com
em 23/11/2022

Compartilhe agora mesmo:

Contador e pai de família, Almir Junior conseguiu com somente 2 horas por dia, junto com o ofício convencional e fora do nicho de Marketing Do dedo.

[thrive_leads id=’3395′]

Se preferir, veja a entrevista em vídeo aqui

Perdeu quantia no prelúdios, sua esposa duvidou se daria patente, mas ele perseverou e faz sobrevir.

Ele é um exemplo que o mercado de afiliação permite que você ganhe quantia mesmo sem largar o ofício tradicional. Com um ofício formal, lar, esposa e filhos, ele usava o tempo que sobrava.

Ou por outra, dissemelhante de muitos afiliados conhecidos, o contador não trabalhava com o nicho de Marketing Do dedo e sim com o de concursos públicos e aulas de música. Ele somente usava o marketing do dedo para vender essa outra parcela de mercado e obtém muito sucesso através disso. 

Hoje ele tem uma vida muito mais confortável do que tinha antes, cresce a cada dia e pensa em expandir. Inclusive para o nicho de marketing do dedo para mostrar seus resultados. Almir é a prova viva de que pode-se fazer muito com pouquíssimo tempo e fugindo do padrão.

Almir Junior era na estação e ainda trabalha com contador. A história dele com o marketing do dedo iniciou a partir da vontade de trespassar do lugar cômodo, onde estava, e montar um empreendimento próprio. 

[thrive_leads id=’3395′]

No entanto para uma pessoa que trabalha há 13 anos em uma extensão e com uma firmeza, não é muito fácil largar tudo para investir. São muitos medos e riscos, que com uma família para fabricar, se tornam maiores ainda.

Ele procurou, só que para montar uma franquia, por exemplo, precisaria de muito quantia e largar o trabalho que estava para se destinar de forma integral. Ainda por cima sem ter a certeza de que daria patente.

Nesse momento, ele começou a pesquisar na internet o que poderia fazer. E nem se lembra por qual caminho online encontrou a Hotmart, mas acabou se deparando com a plataforma. No entanto, nesse momento ele viu só a extensão de produtores, ou seja, para produzir um teor (curso, treinamento,…). Achou permitido, fez o cadastro, mas não entrou.

Depois de um tempo, caiu no  mundo dos afiliados e descobriu o que era ser afiliado. Lembra que achou uma baita de uma oportunidade bacana. “Posso vender um curso, lucrar uma percentagem uma vez que fosse sócio do rosto, ou seja,  vou lucrar 50%, 60% para eu propalar o resultado dele”, refletiu.

A partir dali entrou no mercado de afiliados. Mas, uma vez que muitos, achou que poderia fazer por conta própria. Começou a tentar aprender, consumiu um monte de teor no Youtube. Cada hora ia para um lugar, tentava um pouco Instagram, depois um pouco youtube, depois Pinterest e por aí vai. Cada hora estava tentando uma estratégia

Obviamente zero dava patente. O tempo ia passando e ele não vendia, perdia perfil, entre muitas outras roubadas. Uma vez que quando ele resolveu anunciar um encapsulado de emagrecimento de um produtor cadastrado na Monetizze, em somente um dia sua conta foi bloqueada.

Perdeu a conta e logo em seguida veio a cobrança no cartão do valor gasto. Isso causou um pequeno impasse familiar. Pois sua esposa ficou muito chateada com o gasto e reclamou.

Logo em seguida ele tentou fazer anuncio no Google Ads. Gastou 200 reais no pregão e não vendeu um centavo. Novamente outra notificação de cobrança chegou ao cartão. Sua esposa viu e ficou enfurecida. Dessa vez, para evitar outra reclamação, resolveu expressar que tinha sido um miragem.

Aqueles episódios suscitaram nele uma reflexão. Ele começou a refletir bastante e raciocinar que não era provável outras pessoas estarem conseguindo faturar e ele não conseguir absolutamente zero.

Deu um basta em toda a overdose de informações que estava consumindo na internet em canais diversos – jogou várias coisas fora, parou de seguir um monte de gente, Youtuber e tudo mais.

E entrou para o Fórmula Negócio Online. Seguindo o tirocínio do treinamento oferecido, começou a estruturar. Começou a fazer blog, Youtube, todos direcionados para os nichos que ele escolheu. De concursos públicos (leituras, indicações de livros, memorização) e o de música (aulas de piano, de violão e muito mais).

[thrive_leads id=’3395′]

Esse foi o público que ele resolveu focar e onde começou a lucrar quantia. Para quem ele faz lançamentos uma vez que afiliado de produtos uma vez que aulas, materiais e treinamentos. 

Mas naquele momento ele tinha outro impasse familiar. Teve que remunerar o curso no cartão e, posteriormente algumas perdas de investimento sucessivas, não era a pessoa que mais inspirava crédito ao falar que estava fazendo uma aposta em um pouco.

Logo sentou com a esposa e pediu que ela desse um ano para ele, caso não desse patente, ele desistiria de vez. Esse tempo não era somente para mostrar para ela ou para outras pessoas, mas também para mostrar para si mesmo se conseguiria ou não.

Ele queria sentir de verdade que dava patente, que era um pouco viável. Depois da conversa começou a estudar e infligir, diversas vezes, consecutivamente. Montou estruturas de blog, de youtube e até mini site.

Exclusivamente o Instagram que decidiu não investir. Pois percebeu que para o seu objetivo não funcionava tão muito. Apesar de ser uma ótima plataforma para relacionamento, o teor do Instagram é muito perecível. 

Os stories só duram 24 horas e tem que permanecer o tempo todo postando, agendando publicações. Dessa forma, ele teria que mexer durante o trabalho. Um pouco que era fora do horário que ele tinha estabelecido para se destinar ao projeto.

Seguindo essa risco, ele decidiu se destinar ao blog, mini site e também geração de lista e e-mail marketing. Basicamente ele aprendeu, começou a fazer e lucrar quantia colocando teor nos seus blogs. Esse teor ele escolheu por remunerar para profissionais das áreas fazerem uma vez que redatores freelancer.

Apesar de ele tocar, ele não é músico e nem concurseiro. Por isso procurou pessoas mais qualificadas para fazer conteúdos de valor. Cria pautas e contrata freelancer para produzir o texto.

 Os únicos artigos que ele escreve são os de marketing do dedo, pois com o tempo desenvolveu know how para fazer. Mas no restante, paga outros para desenvolver mesmo.

As pessoas chegam até o blog dele através de uma procura no Google e ele as coloca em uma lista de e-mail. Depois disso começa a nutrir com os lançamentos dos produtos que é afiliado, por exemplo.

Aplica diversos gatilhos mentais no teor durante o lançamento, ancoragens de preço, gatilhos de urgência e tudo mais. Na estação de um desses lançamentos, ele fez uma campanha no Google Ads, a primeira que fez do tipo, coletou 122 leads. Pra quem vê superficialmente claramente vai pensar que 122 leads não é zero.

No entanto, uma vez que foi uma campanha muito muito segmentada e que coletava nome, e-mail e telefone, o que já é um sinal de cimeira interesse, ele aplicou algumas estratégias. Primeiramente, faltando 10 dias para o lançamento, pegou esses contatos e montou uma lógica de e-mails. 

Mas, infelizmente, só gerou muro de 10 aberturas e 2 cliques. Ficou goro, mas ao invés de desistir, montou um grupo no Whatsapp com esses contatos. Aplicou todos os gatilhos no grupo, foi alimentando a relação com o grupo, e acabou vendendo 2 produtos. 

Era um curso de piano e a percentagem dele era muro de 500 reais. Ou seja, com 60/70 reais, ganhou quase milénio. Por isso ele afirma, se você utiliza das estratégias certas não tem uma vez que dar inexacto.

Continuou alimentando esses leads e coletando novos. Durante esse processo, percebeu uma coisa: geralmente as pessoas que estão nos grupos de Facebook e coisas do gênero relacionadas à música, já são músicos em sua maioria.

A partir disso teve a teoria que está colocando em prática agora, de coletar editores. Pois os músicos e afins gostam de descrever suas histórias. Uma vez que aprendeu a tocar piano, uma vez que aprendeu a tocar violão e essas coisas. Logo ao você pedir para elas contarem suas história em um texto e colocar em um site, elas divulgam.

Para essas pessoas é o supremo estar na internet. Por mais que fabricar sites seja uma coisa muito fácil para quem mexe com marketing do dedo, para eles um site é uma domínio grande, portanto se sentem muito privilegiadas. 

Mandam para amigos, familiares, postam em suas redes e isso gera muito tráfico positivo. Logo esse novo projeto está indo muito muito.

Lá detrás, a primeira estratégia que o Almir utilizou foi o blog. Foi uma pessoa que entrou no blog através de uma procura no Google, forneceu suas informações em troca de um cursinho de 4 dias que o produtor oferecia, caiu na lista de e-mails. Ele enviou alguns e-mails com o gatilho da escassez, a pessoa foi lá e comprou.

Além do blog, outra estratégia que o contador está usando é o Google Ads. Inclusive considera a instrumento de anúncios principal, pois de tratado com as suas palavras, o Ads é a maior máquina de vendas que a gente pode ter hoje.

Entretanto, lá no início ser ROI (retorno sobre investimento) era muito ordinário com o Google Ads. Investia 100, ganhava muro de 150. Por conta disso ele foi lá consultar o teor do Fórmula que está sempre colocando atualizações e novidades interessantes.

Nessa consulta, achou um plug-in. Aprendeu uma vez que colocá-lo e começou a utilizar. A partir desse momento, o seu ROI simplesmente triplicou. O que vinha de retorno 50/100, se transformou em 300/400.

[thrive_leads id=’3395′]

O plug-in se labareda “back redirect” e é uma emprego que o Fórmula Negócio Online oferece, ou seja, quem é aluno recebe. 

Ele funciona da seguinte forma: Quando o usuário direciona o mouse para trespassar do site, ele redireciona maquinalmente antes da pessoa clicar em fechar ou quando a pessoa aperta o voltar do celular, ele também redireciona para uma página da sua escolha.

Outra estratégia que o Almir faz é videos reviews. Para isso ele conversa com os produtores, que é um pouco que muitos não fazem. Muitas vezes o produtor até contrata um gerente de afiliados para conversar com os afiliados e o afiliado simplesmente não utiliza isso.

Mas Almir faz questão de fazer isso. Ele entra em contato com o produtor ou com sua equipe e, quando há premência, pede para que liberem a licença do resultado por 7 dias para poder dar uma olhada e fazer o reviews do resultado. E geralmente os produtores fornecem.

Os vídeos reviews funcionam muito, pois passam uma credibilidade de quem testou e aprovou.  O melhor é que para fazer esse tipo de teor você não precisa de uma grande produção ou de um estúdio, é só colocar o celular em uma posição para filmar e mandar ver. Inclusive isso passa até mais crédito do que uma superprodução.

Por passar a crédito do rosto a rosto e a teoria de proximidade, essa é outra estratégia que faz desabar muitas vendas. 

Muitas pessoas perguntam para o Almir o que o faz vender tanto e ele sempre fica intrigado com essa pergunta. Pois não existe um botão que você aperta e que faz vender. E sim a união de muitas estratégias e práticas.

[thrive_leads id=’3395′]

Quando ele resolveu  enumerar para as pessoas as estratégias, ele confessa que as percebe decepcionadas. Pois muitas pensam “queria só fazer um Instagram e nicho e tal”. Um Instagram com um nicho é óbvio que funciona, mas ele precisa estar junto pelo menos com outras práticas básicas relacionadas a ele.

Ele acredita que um negócio realmente sólido está em cima de muitos pilares. Um pilar pode ser o Youtube, o outro o Blog, o outro o Pinterest, o outro o Instagram, o outro o e-mail. 

Não necessariamente você precisa ter todos eles. Mas precisa ter alguns pilares e o seu negócio é um pouco que vai estar em cima e bravo neles. Pois se você deixa seu negócio inteiro em cima do Instagram, se bloquearem sua conta TODO o seu empreendimento cai.

Outra coisa que ele tem visto muito no Instagram são as pessoas que são enganadas por pessoas que fazem uma espécie de pirâmide. Ou seja, te vendem um curso que te ensinam a vender só o curso dele e vai fazendo isso consecutivamente. O que acaba acontecendo é que quem cai nessa emboscada, acaba não conseguindo resultados lá na frente.

Ultimamente inclusive tem vindo um enxurrada desse tipo de coisa na plataforma. Alguém vai, acerta uma estratégia, vê que ganhou um dinheirinho e pensa “vou ensinar as pessoas” essa fórmula mágica e vira uma esfera de neve.  Pois aquela não é uma estratégia que necessariamente funciona para todos.

Até o próprio marketing de afiliados é somente um braço do marketing do dedo e que está crescendo muito ainda. Logo para uma pessoa entender de roupa o marketing do dedo precisa ir um pouco mais fundo, pois só assim vai ter autonomia para conciliar as estratégias para sua própria veras e desejos. 

Só cursos que ensinam de verdade podem dar essa autonomia, através de um tirocínio eficiente e completo.  Almir diz que ele mesmo há um tempo não sabia zero, absolutamente zero, sobre afiliados e nem sobre marketing do dedo.

Hoje não só sabe fazer, uma vez que tem sucesso. Tudo isso tendo que aprender e colocar em prática em uma veras em que tinha somente 2 horas disponíveis o dia.

Ele acordava às 4h30 da manhã, começava a estudar às 5h e parava às 6h quando suas filhas acordavam e ele tinha que as preparar para irem para escola. Ia para o trabalho, muitas vezes escutando o áudio do curso no carruagem.

 Quando chegava em lar, tinha os serviços, permanecer com a família e todas as coisas que isso exige de um pai presente. Logo quando as filhas iam dormir ele podia estudar mais 1h. Um tempo a hora a manhã ficou para estudo e a da noite para prática.

No término, ele começou a usar mais as 2h que tinha disponíveis na frente do computador para somente a prática, pois já tinha aprendido bastante. E usava o tempo no carruagem para ouvir novas lições e novidades.

Ele afirma que ele mesmo não acreditava totalmente que iria dar patente mesmo tempo tão pouco tempo para destinar. Mas foi muito determinado e focado, por isso rapidamente colheu resultados. 

Apesar de ainda trabalhar uma vez que contador também, que é uma curso muito sólido, se vê adaptando isso para o mercado do dedo. Almir diz que não se arrepende nem um pouco  e acredita marketing do dedo é o horizonte de tudo.

A prova disso é que nesse período da quarentena as vendas digitais deram um BUUM. O que é, em sua opinião, somente um sinal, antecipado pela quarentena, de para onde as coisas estão caminhando.

Durante o isolamento social, as vendas aumentaram muito no seu nicho do dedo e ele faturou muito mais. Isso aconteceu, pois as pessoas estão em lar e adquirindo coisas online, compram cursos de violão, curso para melhorar os estudos e todo tipo de conhecimento e aperfeiçoamento que possa fazer em lar.

A tendência é que cada vez mais as pessoas percebam o poder e a facilidade que o transacção de produtos, infoprodutos e serviços de qualquer tipo, pela internet, trazem. Na verdade a quarentena já trouxe boa secção do palato disso para as pessoas e isso é um fenômeno que não dá para voltar detrás.

[thrive_leads id=’3395′]

Ele afirma que se fosse encetar do zero hoje, tendo todo conhecimento que já tem, mas sem nenhuma estrutura formada, começaria exatamente do jeito que começou quando considera que saiu do afiliado amásio e entrou para o afiliado profissional iniciante. Criaria sites, blogs, faria vídeos reviews, vídeos de teor e postaria sem terror.

Pois acredita que as coisas não vêm do zero. Ele diz que vê muita gente faz o cadastro hoje e em duas semanas dá 100 cliques e não sai uma venda e já fica desesperado. Em uma profissão normal você demorar 4 ou 5 anos só para se formar.

Logo no orgânico você tem que pelo menos montar um estrutura e fazer alguns testes, esse é o mínimo. Mesmo assim no supremo você pode demorar alguns meses para encetar a vender com certa firmeza e frequência. 

Sem descrever que no Google Ads existe a possibilidade de você estudar de manhã, fazer a campanha e já a tarde desabar venda. Só não é um estrutura tão sólida quanto o orgânico, mas muito eficiente.

Apesar de ser a prova que outros nichos dão muito patente, hoje o contador está expandindo para o nicho marketing de marketing do dedo também para ajudar as pessoas terem sucesso, a partir do que aprendeu com a sua experiência.

E você, o que está esperando para fazer uma vez que o Almir e se tornar a novidade história de sucesso do Fórmula Negócio Online?  

E você, o que está esperando para fazer uma vez que o Almir e se tornar a novidade história de sucesso do Fórmula Negócio Online?  

[thrive_leads id=’3392′]

FONTE: formulanegocioonline.digital

Compartilhe agora mesmo:

Fique tranquilo, 100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade