Baixar Agora Grátis

Quero Agora

Você está prestes para o novo normal? Porquê ter um negócio online

Tempo de leitura: 9 min
Avatar Of Vjweb@Hotmail.com

Escrito por vjweb@hotmail.com
em 23/11/2022

Compartilhe agora mesmo:


Você Está Preparado Para O Novo Normal? Como Ter Um Negócio Online – Parte 1



Um Smartphone na mãouma teoria na cabeça e um sinal wifi. Já um bom início para quem está pensando se está prestes para o novo normal.

A teoria pode ser ter um negócio online, logo, uma vez que ter um negócio online pode ser a próxima pergunta. Não se preocupe, ao longo dessa série de artigos eu vou respondê-la.

Essa combinação já faz segmento do nosso cotidiano há alguns anos, é até difícil lembrar de alguma situação em que esse trio não tenha entrado em ação para solucionar qualquer problema, satisfazer alguma urgência ou facilitar as atividades do dia a dia.

Você está prestes para o novo normal?

Para muitas pessoas, antes do coronavírus, esse já era o normal na vida social, pessoal e, principalmente, na profissional.

A sentença novo normal já pode até estar um pouco batida, mas vivemos agora, de forma muito acelerada, o que o cantor Belchior dizia em uma de suas músicas: “o que há qualquer tempo era novo, jovem, hoje é idoso, e precisamos todos, rejuvenescer”.

Talvez eu trocasse rejuvenescer por compreender, uma vez que capacidade de entender, que o que nos trouxe até cá não é mais suficiente para nos levar adiante.

O processo de digitalização ganhou músculos

O isolamento social causado pela pandemia da covid-19 acelerou a inclusão do dedo, os prazos divergem, alguns falam em 3 anos, 5 anos e até 10 anos eu já ouvi.

Porém, ainda não vi de nenhuma manadeira segura o operação dessa digitalização forçada. Com ou sem manadeira segura, o que sabemos de verdade é que o mundo não será mais o mesmo.

Para continuar com as referências culturais, 2021 tem tudo para ser o primeiro ano do resto de nossas vidas.

Logo, você está prestes para o novo normal?

Qual foi o primeiro paisagem da sua vida que veio à cabeça quando você leu a pergunta supra?

Certamente, aquele mais afetado por todos os impactos econômicos e sociais causados pela pandemia. O seu trabalho. Atual ou porvir.

Assim uma vez que a pandemia acelerou o processo de inclusão do dedo no mundo, particularmente, em nós, ela despertou um tino de urgência, de querer trabalhar com o que se gosta, de estar perto das pessoas que amamos.

Cada um vai querer dar um sentido para o seu novo normal que o direcione para essa urgência de vida. Trabalho, família, estudo, amigos e lazer.

Vamos falar do trabalho, por fim foi a primeira teoria a surgir sobre uma vez que será daqui para frente, mas não só por isso, e sim, primordialmente, porque ele afeta todas as demais dimensões de nossa vida.

Pode ser que você não esteja seguro no seu trabalho atual, não veja perspectivas de prolongamento profissional, de melhoria de renda, de satisfação pessoal. Ou mesmo ter sido deposto. Ou você, que nasceu no século XXI, não tem certeza onde principiar a trabalhar.

Fno Fórmula Negócio Online - Criado Por Alex Vargas

Empreendedorismo online

Quando se fala em ter satisfação no trabalho e ter uma boa renda, montar um negócio próprio costuma ser a primeira escolha.

E é mesmo uma ótima escolha. Ela é muito mais fácil de realizar do que pensamos. No novo normal, trabalho tem nome e sobrenome: empreendedorismo do dedo.

A Internet oferece muitas oportunidades para quem quer empreender, além de ser um mercado que não para de crescer.

Segundo pesquisa do IBGE de 2019, 74% dos brasileiros têm chegada à internet. Há 10 anos, eram 41%. De lá para cá, o prolongamento tem sido de 3,3% ao ano.

3,3% ao ano parece pouco, não? Mas equivale à aproximadamente 4,5 milhões de brasileiros entrando no mundo do dedo por ano.

E veja só. São números do ano pretérito!

Porquê ter seu próprio negócio online

Pensar em montar um negócio próprio, nos faz lembrar logo dos empreendimentos tradicionais que exigem muito conhecimento e cimalha investimento.

Para ter um negócio online, o investimento inicial é muito grave se comparado ao capital necessário para penetrar uma loja física.

Em muitos casos você só vai precisar de um celular ou notebook, chegada à internet e sua estrutura online de venda, uma vez que site, blog, perfis nas redes sociais. E, simples, um resultado ou serviço para comercializar.

Ah, estudar vai ser fundamental, e não estou falando de 4 ou 5 anos de faculdade nem das mensalidades muito altas.

Existem excelentes cursos online, com conteúdos de superioridade, cuja duração depende do ritmo do aluno, mas em média leva de 4 a 6 meses para a desenlace.

E o melhor é que você não precisa esperar concluir o curso para principiar a vender pela internet, mal iniciar o curso, você já pode colocar seu aprendizagem em prática.

Só faltou falar o que precisa estudar. Pois muito, Comercialização do dedo.

Eu comecei estudando com conteúdos gratuitos na internet, e-books, cursos rápidos online, artigos, podcasts, vídeos, enfim, você encontra muita coisa. Boas e ruins.

Para principiar, é uma opção, se você tem tempo disponível e o orçamento está pequeno. Porém, não é um processo rápido e não tem a profundidade de teor que você vai precisar para fazer seu negócio crescer ou mesmo transpor do zero.

Eu fiz um treinamento que fez a diferença no meu projeto online, se você quiser saber mais sobre ele, clique aqui.

Colocar a mão na tamanho

Montar um negócio online não significa lucrar quantia fácil, sem esforço, sem trabalho. Também não é um tanto que se concretiza da noite para o dia.

O importante é você ter a mentalidade de empreendedor, vencer o desânimo que surge, superar os dificuldades e querer fazer intercorrer de verdade.

É o seu negócio, é a sua oportunidade de trabalhar para você, fazer o seu horário e trabalhar de onde quiser!

Tipos de Negócios Online

  • Negócio eletrônico
  • Loja Virtual
  • Dropshipping
  • Prestação de serviços
  • Produtor Do dedo e Co-produtor do dedo
  • Afiliado Do dedo

E-Commerce e Loja virtual

Alguns teóricos costumam proferir que E-Commerce e loja virtual não são exatamente a mesma coisa. Vamos entender o que eles querem proferir com isso.

  • O e-commerce é pensado para operar exclusivamente pela Internet, sem lojas físicas. A Internet é seu único ducto de venda. Submarino, Amazon e Dafiti são exemplos desse protótipo de negócio.
  • A Loja Virtual, por sua vez, surge para ser a extensão de um negócio físico, já existente fora da Internet, no qual a marca cria uma vitrine virtual uma vez que mais um ducto de venda. O e-commerce das Americanas, Casas Bahia e Fast Shop tem essa particularidade.

No dia a dia não faz a menor diferença ser um ou outro protótipo de negócio online, ambos são um negócio eletrônico, que propiciam uma experiência do dedo aos seus clientes.

Dropshipping

Dropshipping é uma modalidade de e-commerce na qual um lojista virtual opera sem estoque e mantém sua loja em uma plataforma de venda.

Neste protótipo de negócio, a transação mercantil envolve três agentes, o cliente, o lojista dropshipping e o fornecedor.

O lojista não produz nem armazena nenhum resultado, quando um cliente compra um resultado na sua loja virtual ele faz o pedido para o seu fornecedor o fornecedor. Oriente é o responsável pelo armazenamento, embalagem e envio do resultado ao cliente.

O faturamento do lojista é a diferença entre o preço pago pelo cliente e o que ele pagou ao fornecedor.

A Shopify é uma das plataformas internacionais de dropshipping mais conhecidas. No Brasil, tem a Simplo 7.

Prestação de serviços

São profissionais especializados em uma determinada extensão de conhecimento e que prestam serviços online. São também conhecidos uma vez que freelancers.

Há uma variedade muito grande de serviços prestados por eles: redatores de artigos ou posts para blogs, criadores de conteúdos para sites, designers gráficos, tradutores, programadores, ilustradores, etc.

O forma mais usual de encontrá-los é por meio de plataformas digitais. Workana e 99Freelas, por exemplo.

Produtor Do dedo

É aquele que detém muito conhecimento sobre um determinado objecto e resolve transformar o seu conhecimento em um resultado com formato do dedo, também chamado de infoproduto, de teor relevante e que agrega valor para o comprador.

Estes são alguns exemplos de produtos digitais: cursos online, ebooks, audiobooks, aplicativos, etc.

As plataformas para comercialização de produtos digitais mais conhecidas são:

Co-produtor do dedo

Pode ser que aquele que detém muito conhecimento sobre um determinado objecto queira mas não sabe transformar o seu conhecimento em um resultado do dedo.

O produtor propõe uma parceria ao co-produtor e leste entra com seu expertise em marketing do dedo para produzir o infoproduto e divulgá-lo nos canais digitais.

O pagamento ao co-produtor será um percentual do valor do resultado sobre cada venda.

Afiliado Do dedo

É o protótipo de negócio online com investimento mais alcançável e costuma ser a porta de ingresso do iniciante no marketing do dedo.

O afiliado não precisa ter uma loja virtual e não precisa ter um resultado do dedo seu. Ele promove um infoproduto, ou produtos físicos, de terceiros e ganha uma percentagem sobre cada venda realizada.

A média de percentagem que os produtores digitais pagam aos seus afiliados gira em torno de 40% a 50% sobre o valor do resultado. Para produtos físicos a percentagem cai um pouco. ficando em torno de 15%.

O afiliado tem duas formas, que podem ser usadas simultaneamente, para promover um resultado de terceiros:

  • Anunciar no Google Ads e Facebook Ads
  • Ter uma estrutura própria para divulgação do resultado, blog, ducto no youtube, perfis nas redes sociais.

Os interessados em se tornarem afiliados, primeiro, devem se cadastrar gratuitamente em plataformas de vendas uma vez que Hotmart, Monetizze, Eduzz e Braip, nas quais os produtores hospedam e comercializam seus produtos.

Para alguns produtos, as afiliações são liberadas imediatamente, basta fazer o pedido que o interessado já é ratificado.

Para outros produtos, pode ser exigido alguns pré-requisitos para a aprovação, nesse caso, os produtores irão estimar, podendo concordar ou não o pedido de afiliação.

O afiliado pode escolher entre centenas de produtos digitais de nichos variados, uma vez que negócios, culinária, literatura, saúde e muito estar, idiomas, softwares, música, artes, cursos técnicos, domesticação de animais, jardinagem, etc

Peroração

Na segmento 2 deste item, eu vou falar mais especificamente sobre o protótipo de negócios de afiliados digitais.

  • Porquê escolher um nicho de mercado
  • Porquê definir o seu público objectivo (persona)
  • Porquê escolher um resultado para promover
  • Porquê montar a sua estrutura
  • Porquê montar uma estratégia de e-mail marketing

Com um Smartphone na mão e uma vontade na cabeça o firmamento é o limite.


FONTE: alexandresoares.com.br

Compartilhe agora mesmo:

Fique tranquilo, 100% livre de spam.

Você vai gostar também:

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário


*


*


Seja o primeiro a comentar!

JUNTE-SE Á NOSSA LISTA DE SUBSCRITORES

Entre para nossa lista e receba conteúdos exclusivos e com prioridade